Archive for novembro 2015

Teve pega na última etapa do Circuito Oscar em Caraguá.

Enfim chegou a última etapa do Circuito Oscar. Se em Taubaté fechei os 10k

Mandala do Circuito Oscar Completa

Mandala do Circuito Oscar Completa

com 49:05 e fui baixando a marca a cada etapa, em São José foi 47:45, Mogi, 47:13, e fazer a Etapa de Guaratinguetá, meu melhor tempo na Meia-Maratona Frei Galvão, com 1:50:48.

Fui pra Caraguá com a cabeça voltada em bater meu recorde pessoal. Percurso plano, ao nível do mar e cheio de expectativas. Um banho de mar antes da prova para revigorar as energias, partir com baterias novas para a nova etapa que descortina em minha vida.

Revivemos esse pega: Disputa no sprint final em Taubaté/2013

Revivemos esse pega: Disputa no sprint final em Taubaté/2013

Muito agito e badalação na etapa noturna. Parti para o aquecimento e me alinhei confiante no meu desempenho, sem me dar conta que teria um adversário quente pela frente. Nos primeiros três quilômetros mantive o pace baixo, na casa dos 4:30 e 4:40, mas nem parecia que a corrida era noturna, o calor abafado e úmido da praia deu suas caras, mantive um bom ritmo até a metade, virando os 5km com 24 minutos cravados. Mas depois da volta pegou de vez, foi pesando e o pace aumentando. Mesmo aproveitando os postos de água para me refrescar, não deu para manter a pegada e no km 7, já vendo que não daria mais para buscar recorde, e dificilmente completar a prova abaixo dos 50 minutos, deixei cair bem o ritmo, foi quando passou por mim, o amigo Alex Leco, que ainda me puxou por um trecho, mas logo ele desgarrou.

Mas sempre tem algo que te faz superar e encontrar forças e foi a hora de reviver uma rivalidade da 100 Juízo que já vem de algum tempo. Já tivemos grandes disputas entre mim e o Edson. Já chegamos disputando provas por segundos, em muitas ele ganhou com folga, mas já a algum tempo com ele treinando longas distâncias, eu melhorei nos 10, o Edson vem tentando me pegar, quando vi que ele se aproximou, foi o ânimo que me faltava, para não me arrastar no final. Mantive o passo firme sem ser ultrapassado, mantendo ele em distância segura para não sofrer o

Chegada da Corrida Vida e Saúde, no Pq da Cidade, 10k em 48: que acabou ficando sem relato

Chegada da Corrida Vida e Saúde, no Pq da Cidade, 10k em 48: que acabou ficando sem relato

bote, mas ali eu já sabia, estava na frente visualmente, o Edson estava na minha frente no tempo, pois eu havia largado bem na frente do pelotão, enquanto ele largara com a turma do fundão. Chegamos praticamente juntos, com direito a comemorarmos juntos mais uma prova concluída, mas o amigo estava quase 1 minuto na minha frente, e ganhou essa. Fechei com o tempo alto de 50:30, para quem vinha correndo os 10k na casa dos 47 minutos, havia feito no domingo anterior 48:12 na Corrida Vida e Saúde no Cross Country do Parque da Cidade e que acabou ficando sem relato por pura falta de tempo.

No final só alegria, até o próximo tira-teima.

No final só alegria, até o próximo tira-teima.

Dadas as dificuldades, foi mais uma prova de superação, e especial, por colocar a última medalha na Mandala do Circuito Oscar, 5 etapas e 61km percorridos. A ironia foi depois da prova, a ventania chegou, inclusive atrapalhando a premiação, poderia ter refrescado antes.
Quanto a disputa com o amigo Edson, já no domingo, dia 22 de novembro, teremos a oportunidade de tira-teima na Corrida da Conciliação em São José, e sem moleza!