Archive for julho 2014

Corrida de Pinda – 2014

Participei dessa prova em 2011, uma daquelas corridas gratuitas e que surpreendem pelo que oferece. Três anos atrás fui para Pindamonhangaba, terra do João do Pulo, com o objetivo de tentar correr os 10km abaixo de 50 minutos. Não me lembro exatamente do tempo, mas cerca de 1 ou 2 minutos longe da meta, que só iria alcançar no ano seguinte.

Agora, já um sub-5 nos 10km, voltei para Pindamonhangaba no dia 06 de julho, com a meta de me manter esse ritmo, e ainda, tentar repetir marca obtida na Unimed-Run uma semana antes.

Manhã fria, mas nada que abalasse os Malucos do Asfalto, aos poucos mais “100 Juízos” foram chegando e a coisa foi ficando animada. Agradecimento especial ao Helber Costa, que pegou o kit de todos na véspera, com muita confusão.

Dessa vez não tínhamos cor da farda a escolher, a obrigatoriedade de correr com a camisa da prova dividiu a galera em cinzas (10km) e azuis (4km). Coloquei logo a minha cinza e mantendo o foco e fiz um bom aquecimento, que acabou prejudicado pelo atraso de 15 minutos na largada, por conta da corrida da criançada.

Sai com um ritmo forte, apesar do tráfego inicial, e mantive os três primeiros km na casa de 4:40, sem tomar conhecimento da passagem do viaduto e sua subida. Logo aviste o João Ávila, meu coelho na Corrida do Bradesco, e consegui manter o ritmo até a metade da prova, fechada com 23:30. No retorno volta o bicho iria pegar, e o ritmo caiu no km 06 para 5:09, mas no km 07 encontrei o Rodrigo Almeida e segui com ele, retomando o ritmo do início da prova, mas ai o calor, a subida, e o desgaste da semana anterior começaram a cobrar, foram dois quilômetros difíceis, aonde voltei a rodar acima de 5:00, perdendo preciosos segundos, mas ainda teria um gás para o último km, dar a volta no batalhão e buscar as pernas para chegada que é em subida, mas não deixei de apitar forte para buscar as forças finais. Prova fechada com 48:30, mais uma vez ritmo sub-5, cumprindo a meta que buscara 3 anos atrás.

Final da prova e pra variar, confraternização dos 100 Juízos, que com ou sem tenda, sempre arrumam um jeito de ser a turma mais animada das corridas.

Valeu e até a próxima!

Chegando forte e apitando!

Chegando forte e apitando!