5ª Corrida15K de Barueri 2014

Corrida boa a gente volta, e pela 3ª vez consecutiva, voltei a Barueri para aquela que já está ficando tradicional no meu calendário pessoal.

A trupe dos Malucos do Asfalto ficou dividida entre as provas General Salgado em Taubaté e a 23K de Igaratá, e para Barueri enchemos uma Van, fora os atletas que foram de carro.

Chegamos cedo no Poliesportivo José Correa e não tivemos dificuldade nenhuma para estacionar. Retirada do kit fácil, tranquila e rápida, e o mais importante, 30 minutos antes da largada, medida simples e que facilita a vida de quem vem de fora. Quando será que todas as provas vão adotar isso?

Retornando aos treinos a pouco, fui para Barueri somente para me divertir, sem nenhuma expectativa de baixar minha melhor marca na distância dos 15 km, e foi exatamente o que fiz, mas para ter emoção acabou rolando um desafio. Em 2012 tive uma grande disputa nos kms finais com o nosso Queniano da 100 Juízo, o Tonicão, que acabou chegando na frente, em 2013, ele não foi, fizemos então a aposta: Quem perdesse iria passar gel na perna do outro.

Antes do aquecimento é a hora de rever os muitos amigos que “encontramos” todos os dias no Facebook, mas que pessoalmente só temos essas oportunidades para ver, e em Barueri foram muitos os que encontramos. As fotos estão espalhadas por ai no Face.

Segui com o Tonico para largada, e minha ideia era correr a prova a seu lado,

Depois da chegada no registro do Corretor Corredor.

Depois da chegada no registro do Corretor Corredor.

segurando o cara. Mas logo no Km 02, o Tonico começou a ficar para trás. Mesmo num ritmo baixo, ele não acompanhou, e eu fui na minha toada, correndo e apitando de vez em quando, para não perder o costume.

A hidratação, apesar de não estar gelada, foi boa, pontos bem localizados e mais que suficientes. Para essa corrida ficar perfeita, só quando limparem o rio Tietê, enquanto isso não acontece, temos que nos acostumar com o trecho fétido pela avenida que beira o rio.

O sol também ajudou e só pegou para valer mesmo no último km, mas nada que prejudicasse.

Fiz a prova toda alternando o pace de 5:30 a 6:00 min/km. No último retorno ainda avistei o Tonicão, o final do nosso desafio, dessa vez não teve disputa.

Massagista Queniano é só para elite.

Massagista Queniano é só para elite.

Cheguei apitando e comemorando por mais uma prova concluída, dispersão tranquila e um kit satisfatório, com isotônico, maça, banana, barrinha e uma bela medalha. Quem disse que corredor tem que pagar caro para ser bem tratado? Para quem não sabe, essa prova é gratuita, em comemoração ao aniversário da cidade, e deixa muita prova paga no chinelo. Quem levou as crianças até aproveitou os brinquedos instalados ao redor do Ginásio, aonde também acontecia o 3º Torneio Integração de Artes Marciais.

No final só restou ao Tonicão pagar a aposta, para diversão e alegria da galera e agora que trate de treinar, pois essa prova estava muito fácil de chegar na minha frente, na próxima, não sei não…